A História de Nádia

Duas desconhecidas sentam-se lado a lado num voo de Maputo para Lisboa. Ambas moçambicanas, há muito emigradas na Europa. Nádia, um delas, abrindo o coração, entre risos e lágrimas, conta a história da sua vida e da sua família. História tão dura quanto terna. História de sua mãe, mulher católica num desafortunado casamento com um muçulmano, doze anos mais velho, mescla de temperamento autoritário e irascível com actos de bondade altruísta. História da ruptura conjuga. História da própria Nádia e dos seus irmãos. História de Moçambique, da sua transição do colonialismo para a independência, das suas gentes, lugares, dos seus contrastes, da busca por um futuro melhor. Passado e presente em luta pela construção do futuro do país de ambas. A mulher conquistando o seu lugar e combatendo preconceitos e tradições numa nação africana a caminho da modernidade.

12,00

Em stock

Ficha Técnica

Colecção

Foto da Capa

Simona Donelli

Arte Gráfica da Capa

Ricardo Campos

Paginação

Ricardo Campos

Edição

Outubro 2016

Páginas

180

ISBN

Depósito Legal

416308/16

Formato

13 x 21 cm

Sobre o Autor

Amilca Ismael

Amilca Ismael

Amilca Ismael nasceu em Lourenço Marques, actual Maputo, Moçambique a 25 de Junho de 1963. Vive em Itália desde 1986. Em 2008 estreia-se na Literatura com o romance A Casa de Recordações. Em Dezembro de 2010 prossegue na ficção com A história de Nadia. Participou em diversas feiras internacionais de livros. É vencedora de vários prémios literários nacionais e internacionais, como o prémio internacional Mulher Somente Mulher, dedicado ao Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, o prémio literário MusOlona (Solbiate Olona, Varese, Itália), o prémio literário Europa (Lugano, Suíça), o prémio internacional Juntos no Mundo e o prémio especial para os Direitos Humanos (Nápoles, Itália). Foi galardoada com o grande reconhecimento e mérito pelo júri do prémio literário Internacional de Poesia e Ficção A Integração Cultural através da Literatura (Equador) e com o Diploma de Mérito relativo ao Prémio Literário Nacional “Lago Gerundo” (Milão, Itália).

No panorama da literatura africana de expressão portuguesa, são muito raras as mulheres que se destacam. Amilca Ismael pertence ao pequeno número. Editámos este segundo livro. O primeiro “Efémera LIberdade” conheceu celebração internacional. Em ambos uma literatura no feminino, uma literatura de denúncia dos abusos a que os da sua raça e nação estão sujeitos, entre todos as mulheres, desguarnecidas de meios, empobrecidas pela necessidade de um futuro melhor. Amilca Ismael, que a Rádio Vaticano e a Rádio Voz da Amércia entrevistaram, viu a sua obra objecto de referências na imprensa internacional, recentemente no próprio jornal Pravda russo.

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “A História de Nádia”